Estratégia de Produto


O profissional de marketing deve, como parte da suas funções ,decidir o público-alvo e com base nisso decidir sobre os produtos e serviços a serem desenvolvidos, gerar  listas de atributos e benefícios integrantes do produto ou serviço, desenvolver uma boa marca, a embalagem atraente e a imagem a ser criada para o produto. Essas decisões compõem a estratégia de produtos e serviços.

As decisões de  produtos são os seguintes:

• objetivos de mercado, como vendas, participação de mercado e lucros;
• público-alvo selecionado, suas características demográficas, psicográficas e expectativas;
• benefícios e atributos do produto ou serviço que os diferenciam da concorrência e representam valor para os clientes;
• patentes do produto;
• serviços a serem agregados ao produto, como suporte pós-venda, assistência
técnica, treinamento etc.;
• parceiros que adicionam benefícios ao produto da empresa e agregam valor ao cliente, por meio de tecnologia, produtos ou serviços;
• marca;
• embalagem;

• suporte;

• atendimento;

• garantia;
• posicionamento e imagem desejados para a marca.

A empresa de consultoria Boston Consulting Group (BCG) criou um método de análise do composto de produtos, também chamado de portfólio de produtos ou negócios, segundo o grau de atratividade de mercado e a posição relativa da empresa, identificando quatro tipos de produtos ou negócios:

1. Produtos estrela são aqueles com alta taxa de crescimento em vendas e alta participação e que, como produtos de grande potencial, requerem altos investimentos para o seu desenvolvimento.

2. Produtos vaca leiteira têm alta participação de mercado, baixo crescimento e baixo potencial, e, em geral, estão em mercados maduros. Esses produtos são geradores de caixa, que deverá ser usado para financiar o desenvolvimento dos produtos estrela ou ponto de interrogação.

3. Produtos ponto de interrogação estão em mercados de alta taxa de crescimento, mas apresentam ainda baixa participação de mercado. Nesse caso, não se sabe se o produto se tornará uma estrela ou um abacaxi. O seu desenvolvimento consome grandes investimentos e apresenta maior risco.

4.Produtos abacaxi são os que apresentam baixa taxa de crescimento e baixa participação de mercado. Não tendo bom potencial, sua atratividade é reduzida. A empresa deverá decidir sobre a retirada do produto do mercado.

Segundo este modelo, a empresa deve elaborar um portifólio de produtos consistente, composto de vários produtos vaca leiteria, que são geradores de caixa e financiadores dos demais produtos. É importante possuir produtos estrela e ponto de interrogação, que um dia poderão migrar para produtos vaca leiteira, aumentando ainda mais a capacidade do portifólio em gerar caixa. Além do que existe a possibilidade de produtos vaca leiteira se tornarem produtos abacaxi. O gerente de marketing deves estar sempre atento em oportunidades de mercado, que possibilite agregar valor ao portifólio da empresa.

Grande abraço a todos,

Professor João Uziel

Sobre Super Gestão

Conceitos e aplicações
Esta entrada foi publicada em Conceitos de Marketing, Estratégia de Marketing, Marketing. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s